Oi escorpião!
23/10 – 21/11

Seu horóscopo para hoje,
Dezembro 07

Cadastre-se agora e receba diariamente

A escultura grega

Nos maravilha pela sua beleza, nos comove pela suavidade desse mármore branco, tão frio como suave. Nos convida a acariciar sua superfície esperando encontrar algo quente, é tanta perfeição a de seus detalhes. Mas isso não acontece. Claro que é uma obra de arte de uma beleza inigualável, mas ao tocar, é gelada. Muitas vezes acontece conosco o mesmo ao interagir com as pessoas, que vamos conhecendo no nosso caminho. Atrás de uma aparência de grande beleza, muito atrativa, não encontramos a sensibilidade que supomos que acompanha a essa magnífica imagem que comove nossos sentidos. Já lhe aconteceu alguma vez?

Adquira o seu Horóscopo
diariamente, além de:

  • Leitura de tarô grátis
  • Signos compatíveis
  • Números da sorte
  • Palavras-chave do dia
  • Correspondência astrológica
Cadastrar gratuitamente

Família e amizade

Não estão livres de conflitos os encontros familiares. Nem as reuniões de amigos. Os rumores que circulam, geralmente sem fundamento, ou muitas vezes a distorção de uma frase inoportuna, tem muita responsabilidade disso. As suspeitas de que um falou mal do outro, as mínimas traições ao apoiar a uma pessoa que enfrentou outra, e assim poderíamos continuar numerando vários atritos pequenos que a maioria das vezes terminam gerando comportamentos de exclusão de alguém ou algumas pessoas do círculo. E depois continua com sentimentos do tipo de “não me cai bem”, “não quero cruzar com...”, “me julgou mal”. São as interações típicas das relações que importam. As outras, as relações indiferentes, se reconhecem pela frieza, a distância, o desânimo e o desamor.

Amor

A intensidade de um vínculo requer habilidade em seu manuseio. É raro que isso se conquiste na primeira tentativa. Geralmente oscilamos entre a proximidade excessiva que afoga e asfixia a ambos integrantes, ou a distância excessiva que nos submergem no medo do desamor. Devemos encontrar o equilíbrio. Não deve ser tão intenso a ponto de nos destruir, nem tão indiferente que morra, nos transformando por sua frieza, apatia e indiferença em uma estátua de mármore. As estátuas se contemplam, não se abraçam. Aprender a nos involucrar da maneira mais saudável requer prática e nela cometemos erros, mas a análise disso nos fará progredir até o aproveitamento de uma relação harmônica, cálida e afetiva.

Saúde

As dificuldades nas relações afetivas, as decepções, os rompimentos, as expectativas ansiosas, são um dos fatores que mais geram estresse nas pessoas. Apenas temos conflitos vinculares, todo nosso universo cotidiano se compromete. E isso tem a ver com problemas familiares, profissionais, de casal ou conflitos na amizade. Como somos seres sociais que crescemos em relação com os outros, a regulamentação de nossa vida afetiva é de vital importância. Não somos estátuas e as relações nos afetam. Manter uma atitude positiva colabora com nosso bem-estar, não tomar as coisas de forma pessoal, entender que os demais têm seus problemas e que esses os comovem também. Escutá-los, abrindo nosso coração.

Leitura do tarot!

Assine agora e receba leituras gratuitas do Tarot todos os dias

Cadastre-se gratuitamente