Oi capricórnio!
22/12 – 19/01

Seu horóscopo para hoje,
Janeiro 19

Cadastre-se agora e receba diariamente

A corda

Macia ou áspera, frágil para quebrar com o menor esforço; forte o suficiente para amarrar barcos. Acomodando-se ao espaço, assume a forma do local onde está armazenada. Flexível, firme na amarração, segurando, apertando, abraçando. Útil, não essencial, necessário. Presente em mil situações e totalmente ausente em muitas outras. É assim que somos, como uma corda que une, amarra, une e desune.

Adquira o seu Horóscopo
diariamente, além de:

  • Leitura de tarô grátis
  • Signos compatíveis
  • Números da sorte
  • Palavras-chave do dia
  • Correspondência astrológica
Cadastrar gratuitamente

Dinheiro e fortuna

Dependendo do nó, dependendo da força ao ajustar, às vezes o sufoco parece insuportável. Parecem laços sem solução, que sempre permanecerão assim, firmes, apertando e machucando. Mas não há um nó que não possa ser desatado, nem um laço que não ceda com o tempo. O segredo está no interior. Devemos nos mover devagar, suavemente. Ir deixando aos poucos. Pense em novas opções, sempre há algo que não reparamos que poderia nos dar uma pausa. O importante é não assustar, resistir e não parar de se mover. Que o desânimo nunca ganhe de nós. Das piores situações, você sai com tempo e confiança. E, se necessário, pediremos ajuda. Isso não nos torna menos valiosos. Isso nos faz grandes de coração.

Saúde

Respire. Não importa o quão apertado se sinta. Respire fundo e olhe para o céu. A corda que aprisiona você, é a mesma que amarra laços e traz amor. A mesma que une sua família, que faz você rir com os amigos, que te une a sua música ou comida favorita, que faz você amar a vida. Faça amizade com ela e você verá o uso que deseja dar a ela. Você pode lidar com ela, limitá-la ou torná-la mais flexível, de acordo com sua necessidade. Ela é moldável em suas mãos, não esqueça. Se você sente um aperto no peito, respire, saia para caminhar, sorria para as pessoas. Você verá como o vínculo cede imediatamente, e não é mais uma prisão, mas um abraço.

Desenvolvimento pessoal

Nascemos tão desamparados que não sobreviveríamos sem a primeira corda que nos une à vida: o cordão umbilical. Sem ele, que cumpre a função de nos alimentar e fornecer oxigênio ligado ao corpo de nossa mãe, não há vida possível. De nenhum tipo. É por isso que passamos a nossa vida cuidando, criando laços, gerando vínculos, unindo fins. Alguns tão intensos que sentimos que eles nos sufocam, outros tão brandos que sentimos que estão separados de nós e os perdemos. Mas o grau de intensidade e os extremos que se juntam são a nossa escolha. Embora achemos difícil compreender, o poder de amarrar a nós mesmos depende apenas de nós e da intensidade do vínculo. Você deve aprender a regular sua intensidade, para que seja um impulso à vida.

Leitura do tarot!

Assine agora e receba leituras gratuitas do Tarot todos os dias

Cadastre-se gratuitamente